sexta-feira, 27 de maio de 2011

Despedida por ser demasiado boa

Nos EUA acontece tudo, até mesmo despedirem uma funcionária por ser demasiado boa! Exacto por ser demasiado boa, daquelas que upa upa. Sim Debrahlee Lorenzana é mesmo muito boa, e foi despedida do seu trabalho no Citibank por distrair os seus colegas com a sua extrema beleza. Disseram-lhe para não se vestir de executiva ou usar camisolas de gola alta. Mesmo usando camisolas de gola alta, não podia usa-las, que distraia os seus colegas de trabalho. Eu se fosse a estes patrões despedia-a por ela não usar tantos decotes, e pela saia ser demasiado comprida.

Aposto que o Tomas Taveira não se importava de ter esta mãe solteira no seu escritório. Mas estes patrões estão doidos? Eu se tivesse uma colega de trabalho assim não faltava um dia ao emprego, e trabalhava horas extras de graça. Ela poderia muito bem estar incluida no pacote de medidas da TROIKA para o nosso país. Ja viram uma gaja daquelas em cada empresa do nosso país, Portugal estava salvo. Era como um medicamento para tirar Portugal da crise. E de certeza com esta medida, ninguém protestava. Era das medidas mais consensuais (com sensuais, ou seja uma medida extremamente sexy) nesta altura de crise. O desemprego diminuía porque com ela como Primeira Ministra, todos aqueles que recebem subsídios iam masé trabalhar e com muito gosto. Quem iria entrar em crise são os cafés que estão normalmente cheios destes ricos que recebem dinheiro á conta do estado.

Fiquem com um video representativo desta pobre mulher que teve o azar de ser bastante boa. Uma verdadeira MILF (Mother I Like to Fuck).


segunda-feira, 23 de maio de 2011

Um comentário genial

Aqui vai um comentário genial, um pequeno génio da lâmpada, da genialidade. 100% de génio, completamente recomendado.

Eu juro que quando ouvi o nome de Troika como resultado da junção de esforços de FMI, União Europeia e Banco Central Europeu, pensei que fosse alguma marca nova de vodka. Não estava enganado na origem, já que a origem da palavra vem do Russo e significa uma aliança de três personagens.

Ora se fosse apenas duas personagens teríamos uma fusão como Dragonball Z ou então mais uma fusão de nomes para dar a uma pobre criança como forma de impulsionar o sector das revistas cor de rosa, que muito precisa com esta crise. Ora com esta se calhar não tinham pensado. Yannick Djaló e Luciana Abreu são na verdade empreendedores, pois investiram num mercado das revistas cor de rosa, inovando nos nomes de criança. Já imaginaram o quanto sobressai o nome da filha deles, entre os nomes dos outros candidatos a bebé do mês que aparecem sempre nas Revistas Maria. Vegeta e Songoku não pensaram nas possíveis consequências de escolha do nome para uma fusão, pois Vegeku ou GoGeta, nenhum dos dois consegue bater Lyonce Viktoria. Uma autentica super guerreira de artes marciais.