sábado, 7 de julho de 2007

Jessica Alba quer revistas femininas com mais pénis

A menina invisível, do quarteto fantástico, fez declarações que irão deliciar muitos dos homens espalhados pelo mundo. Ela,em entrevista a GQ inglesa, reclamou em relação ao facto, das revistas masculinas terem bastantes fotos de mulheres com os seios seus expostos, a variar entre os 36, ou 38 no caso daquelas com grande caixa torácica. Enquanto que as revistas femininas, não têm o mesmo tratamento. Eu concordo com a Jessica e aproveito mesmo para lhe dizer, se estiver a ler este blog, pode muito bem entrar em contacto comigo (umpoucodisparatado@gmail.com) que eu terei todo o gosto em preencher essa lacuna.

Mas é interessante este tema, qualquer pessoa vai a um quiosque e depara-se com umas três revistas masculinas , que não vou fazer publicidade, já para não falar das revistas eróticas ou porno, como o caso da mítica Gina, e uma mulher que queira satisfazer a sua necessidade não tem nenhuma escolha. Acho mal porque a mulher tem os mesmos direitos do homem.




Ai como estás tão crescida, é pena que ela na mesma revista tenha também dito, que não está nos seus planos despir-se num filme ou para uma revista. Que pena não acham?

sexta-feira, 6 de julho de 2007

Ó Marina?



Marina, uma rapariga como muitas outras, na flor da idade, da inocência, estava a teclar com as suas amigas na Internet, acreditando que o mundo era cor-de-rosa, que o pai natal vivia no pólo norte, e que os Delfins era o maior grupo português. Ou talvez simplesmente a vaguear pelo ciberespaço, mas não sabia que a sua vida iria mudar. Seu irmão estava preparado para usar todos os argumentos, de forma entrar a todo o custo,na objectiva da sua webcam. Os 5 segundos foram os 5 segundos mais longos da vida de Marina. Aquele "Ahhh" descreve a sua surpresa de ouvir a voz do seu irmão a chamar pelo seu nome, e nem um segundo passou, e ouvimos marina dizer "Ohhh", mas já era tarde, ela já estava fora do plano de imagem. Sim a verdade crua, era que Marina ambicionava ser jornalista, ser pivô de telejornal, mas depois deste fatídico dia, a sua vida mudou. Abandonou o sonho de criança, o medo dominava as profundas entranhas do seu ser, era o medo de ser novamente bofeteada, desta vez pelo seu realizador, ou assistente de câmera.

Teste a sua parvoíce

Teste a sua parvoíce

Descubra hoje se a parvoíce, tomou conta da sua vida, ou se simplesmente deixou ela apodera-se de si.

Decerto que já folhearam aquelas revistas cor-de-rosa, como Maria, Nova Gente, decerto que foi num ocasião muito especial como uma ida ao dentista, enquanto ouvimos aqueles uivos de dor vindos da porta ao lado. Com certeza que todos vocês, quando lêem, ou mesmo quando não lêem, fingem que estão atentamente, folheando cada pagina a uma velocidade de barco a remos, para não ouvirem pela milésima vez a historia da vida da senhora de 65 anos,sentada ao vosso lado, que sofre de uma perturbação cerebral, pensando que uma consulta no dentista é uma ida ao programa da Júlia Pinheiro. De certo que já vos aconteceu isso, e sim este fenómeno não é exclusivo das Clínicas Dentárias, não interessa onde esteja uma senhora que sofra desta patologia, a manifestação da doença é sempre a mesma. Portanto, o melhor mesmo é rezarem, que tenham alguma revista cor-de-rosa á vista, pode ser do ano passado, serve, uma revista deste tipo nunca tem prazo de validade.

E como já devem ter reparado mais uma vez eu fujo ao tema do tópico, é uma espécie de publicidade enganosa, levando-vos a ler todo o texto, pensando que até vai ser interessante ou então levando alguns a tentar reunir mais provas que me incriminem no crime "O Assassino do Português", uma verdadeira caça as bruxas á portuguesa. Mas eu tenho a justiça a meu lado, os tribunais portugueses demoram tanto tempo, que quando for o meu julgamento, as provas do crime, já passaram de validade jurídica, ou seja, já fazem parte integrante do dicionário. Vá "assentem-se" é melhor.

E agora pela primeira vez vou dizer algo, sério, com significado. O verdadeiro teste á parvoíce é simplesmente dar ouvidos a vozes no fundo do plano, a vozes que ecoam na consciência. Quando da-mos ouvidos, aí estamos a cair na parvoíce. As criticas são sempre bem vindas, mas quando são criticas puras, criticas destrutivas, o verdadeiro parvo é aquele que dá sentido a elas, e que gere a sua vida a volta delas, que não sai á rua, que se esconde debaixo dos lençóis para as calar. O silêncio ganha-se, mas por goleada, e não por falta de comparência.






quinta-feira, 5 de julho de 2007

Ficheiros Secretos - Brasuca cai da "espaço-nave"

Hoje estou completamente de rastos, e a vontade de escrever alguma coisa de jeito é mesmo muito pouca, se é que alguma vez escrevi alguma coisa de jeito. É um mistério sem duvida, e falando de mistérios, mitos, principalmente aqueles provocados pelo sabor ardente do álcool, que por magia negra consegue fazer nascer aliens, sim extraterrestres mesmo daqueles vindos de outro planeta. Vejamos o caso deste pacato brasileiro, que diz que é um ser vindo de outro planeta.

Antes era um ser humano, proveniente do Brasil, possivelmente futuro jogador do Nacional da Madeira, que depois de uma garrafa de alcool, revela a sua verdadeira identidade. Ele é XGAMA47, da constelação da Cassiopeia, que acaba de aterrar na terra, para fazer amigos entre os animais. O azar dele é que o seu disfarce foi descoberto por uma valente repórter, munida do seu microfone, conseguiu registar este momento para a posteridade.

quarta-feira, 4 de julho de 2007

Cor-de-Rosa? FO**SSE!



A noticia estoirou, o Benfica anunciou os equipamentos para a nova época desportiva, para além do habitual vermelho, iremos ver Simão Sabrosa e companhia, de cor-de-rosa. Sim cor-de-rosa, a moda de ver os meninos betinhos, vestidos de cor-de-rosa á noite irá invadir os campos de futebol. Mas a serio cor-de-rosa, já imaginaram ver o petit de cor-de-rosa. Bem aqui fica uma imagem :
Afinal cor-de-rosa é pós DUROS!

Por favor, cor-de-rosa, qual é a seguir, vão mandar as cheerleaders para casa e meter a equipa de reservas a animar a malta de cor-de-rosa? Talvez essa imagem não esteja assim tão longe da realidade
Agora as claques do Benfica terão de mudar de nome, para Diabos Rosinha, e NoNameGirls Rosa Choque. Quem deve estar contente com esta noticia deve ser o jetset, quase que aposto que é esse o publico alvo do Benfica com esta nova aposta.

A primeira vitima foi Karagunis que está de saída do Benfica, fonte apurada á momentos, mostrava o seu descontentamento em relação á mudança para rosa que não estava no contrato : "Eu já andava grego aqui no Benfica, desde que o meu Anderson foi-se embora, queria mesmo assinar por um clube inglês, mas agora mudar para Rosa? foi a gota de agua, ainda comentei com o petit como vai ser aquelas entradas de carrinho com uma camisola rosa, nao dá. "

Vitor Baia comentou esta noticia : "Ah Rosa, é mesmo para maricas, é que ninguém consciente da sua masculinidade, veste-se de rosa. Pelo menos aqui no Porto é sempre o Azul, houve um tempo que houve o azul bebé, mas esse é mais fofo. Mas agora rosinha? " Estas foram as palavras polémicas de Vítor Baia. Tentamos saber outras opiniões, mas ninguém estava disponível. No entanto Ricardo Araújo Pereira, aquele grande comentador desportivo, deixou sua marca no Sapo Tube, com o seu testemunho sobre a problemática do rosa. Para terminar fiquemos então com este vídeo fófinho, e querido do Ricardo Araújo Pereira.

Relogio de Cuco

Mais outra animação francesa, da mesma escola de animação. Simplesmente genial, imaginem que na vossa cozinha, tivesse vida (IS ALIVEEEE!!), sim vida, ou seja que os paliteiros começassem á paulada, á lá pauliteiros de Miranda de Douro, ou então o que irão ver a seguir, um torneio de tiro ao alvo. E os concorrentes são :
Com 35 centímetros, feito em aço inoxidável, o Saca Rolhas!
Com 65 centímetros, feito do barro da serra da Lourinhã, a grande, e imbatível, Jarra.
Estes são os nossos dois concorrentes neste duelo titanico, não percam o próximo episódio porque nos também não!


Super Monge

Desta vez tenho para vos presentear esta fantástica preciosidade, uma curta metragem em animação. È de autoria de alunos da EESA (Ecole Européenne Supérieure d'Animation) e o enredo é muito simples : imaginem um dia calmo, e singelo numa local agradável e verdejante. Estão a imaginar? Boa! Agora imaginem um mosteiro, cheio de monges franciscanos, puros, não deixem de pensamentos pecaminosos de Padres Amaros e Soraia Chaves(ai rezavas um pai nosso) , isto são monges, M O N G E S, e não padres. Voltando aos monges, estavam eles na sua paz, quando de repente são invadidos por uma tribo viking. Basicamente é porrada á boa maneira Afonsina, recomendado, e não infelizmente a Soraia Chaves não faz parte do enredo. Letes Luque ca ta Treiler!


A Guerra do Photoshop - S01E01 "Pilot"


Primeira tentativa em photoshop, sim aquele programa que consegue meter a sua melhor amiga na internet com as mamas da pamela anderson. Pois bem a foto original, é basicamente eu e um amigo meu, a gritar um grito de guerra em pura noite, enfim já estávamos com um alto grau de fermentação, prontinhos para ir para ao forno. A foto modificada ficou praticamente na mesma, é o que eu digo, estas modernices não servem para nada. Enfim ...

Lua GiploOr

Comecei este blogue e não me apresentei como deve ser, mil desculpas. Eu sei que não estou a ser lido, se é que alguém descobriu pelos recantos da Internet este blogue. Mas no fundo do túnel, na esperança que haja um infeliz, que "ah aqui está um blogue engraçado" dirijo-me a esse infeliz, sim tu, arrumador de carros da berma da estrada, sim tu comprador de minis de taberna de aldeia, sim tu , vá eu sei que estou a falar sozinho, mas pronto era bonito e tal ter alguém a ler. Bonito ai se era, tornava isto numa tentativa vá fraquinha de fugir um pouco a realidade, fugir mas sei que não me posso esconder.

Chamo-me Lua GiploOr, nome esquisito para alguns, nome de hamburger para outros, para a grande maioria dirá, "ahh olha a lua" , não é a lua, mas sim o Lua ó boi. E não, não é o meu nome de B.I. , se o fosse acho que talvez no mínimo mandava os meus pais directos para a lua, rag(*rag, rir á gargalhada, como se não houvesse amanha). È um pseudónimo, como os de Pessoa, mas não é nenhuma crise de identidade, e não fumo droga, nem vou escrever nenhum livro para que daqui a 100 anos esteja presente no programa educacional português.

Se alguém teve a ideia fantástica de clicar no meu perfil, 5 pontos para Gryffindor, como podem ver tenho 22 anos, e já alguma parvoíce amealhada ao longo desta curta vida.

O blogue não é só para a ramboia, vá javardice, também tentará ter a vertente séria, mas com javardice a mistura.

Uma pequena fuga de informação : sou universitário. A universidade é portuguesa, e quero ser engenheiro, só estou a espera que o fax cá de casa comece a funcionar. Não sei porquê mas as instruções vêem todas em inglês. Alguém que perceba de inglês, é que amanha tenho que entregar o meu exame de Inglês técnico? Ah, o quê? Email? Mas isso é do tempo da pedra, fax é o que está a dar, estamos na era da globalização, toda a gente tem fax em casa agora. Se pudessem agradecia. Já sabem o email de contacto é :

umpoucodisparatado@gmail.com

Email? Alguém falou em email? é fax, fax é que é! Viva ao Fax!

Querem saber mais sobre minha pessoa? Olha vai as paginas amarelas, la encontras toda a gente, qual hi5, qual myspace, qual orkut, qual raio que o parta, paginas amarelas, sou do tempo que se marcava encontros as escuras pelas paginas amarelas, á sorte, era giro. Claro que o normal era calhar uma pessoa nos seus 65 anos a me atender o telefonema, pensando que é do concurso do Goucha para o passatempo da manha.

terça-feira, 3 de julho de 2007

Rua das Cangostas


Novo dia, novo tema, e nesta nova rabula, fala-se de nomes estranhos, e andava eu entretido a percorrer essas ruas de Portugal, quando deparo com este monumento, esta rua de todas as ruas. Podia ser rua das mimosas, mas não era a rua das cangostas. O meu corrector ortográfico, como bom trabalhador que é já está incessantemente a sublinhar esta maravilhosa palavra. Palavra que merece ser sublinhada sem duvida. Como todos sabem quando um corrector ortográfico sublinha uma palavra não é pelos seus dotes gramaticais mas sim por não a conhecer.

Ora nem mais o corrector ortográfico não pode conhecer toda a gente, ele tem que conhecer toda a gente, especialmente uma palavra no feminino, e ainda não lhe foi apresentada esta cangosta. Antes de mais eu chamo ao meu corrector ortográfico, Tobias. Tem uma explicação, o que tu não vês, ele vê sempre, portanto tu vias, como sou de Braga, tinha que ser tu bias, tudo junto Tobias, assim se faz bom português. Continuando, a nossa amiga cangosta não foi apresentada ao nosso amigo Tobias. Foi simples, com simples toque de dedos, no botão esquerdo do rato, por cima da cangosta( missionário), fiz magia. Adicionei cangosta ao dicionário. O Tobias tem mais um "friend", não no hi5 que isso é pa maricas, mas sim no dicionário.

Mas afinal quem é essa cangosta? adicionar sem conhecer, é a mesma coisa que aquele anuncio de uma marca de detergente, que dizem que lava tudo, as pessoas ficam escandalizadas ao ver a sua roupa ser suja de uma maneira tão barbara, que no fim milagre a roupa está limpa e vão a ver a nota de 20 euros por participarem no anuncio, XAU, 20 euros!? Continuando :

congosta

substantivo feminino




caminho estreito e comprido, mais ou menos declivoso; cangosta; quingosta;

(Do lat. hisp. congusta (via), por coangusta (via), «caminho estreito», de coangustáre, «apertar»)


Como podem constatar, cangosta não é mais que um caminho estreito e comprido, já estou a gostar desta cangosta. Mais ou menos declivoso, ou seja boas curvas, é mesmo a medida. Acho que agora o Tobias é um corrector ortográfico feliz.

Portanto se conhecerem alguma rua, como nome peculiar, nome engraçado, ou simplesmente quiserem mostrar o nome da vossa rua, mandem para :


umpoucodisparatado@gmail.com

O pontapé de saida, um pequeno passo no disparate, um grande passo para a humanidade

Abrindo as hostes, hostes? Porquê hostes?
Eu pergunto-me porquê que se diz hostes, será que existe o verbo hostar? Foi com este pensamento pertinente que comecei a minha investigação.

Hoste
substantivo feminino

1.
conjunto de soldados; tropa;

2.
figurado multidão; bando;

(Do lat. hoste-, «inimigo»)

Ou seja eu ao iniciar este blogue, escrever "abrir as hostes", quer dizer que quero andar porrada, que apetecia-me mesmo andar assim num duelo de estalada, murro, quem sabe biqueirada! Não me parece que seja esse o significado profundo...

Pois bem a minha teoria "abrir as hostes", não vem do latim, mas sim do país da Rainha de Inglaterra.

host 1 (hst)
n.
1. One who receives or entertains guests in a social or official capacity.
2. A person who manages an inn or hotel.
3. One that furnishes facilities and resources for a function or event: the city chosen as host for the Olympic Games.
4. The emcee or interviewer on a radio or television program.
5. Biology The animal or plant on which or in which another organism lives.
6. Medicine The recipient of a transplanted tissue or organ.
7. Computer Science A computer containing data or programs that another computer can access by means of a network or modem.

Bingo, aquele que recebe, e entretém os convidados num ambiente social ou oficial (ah granda tradutor).

Pois bem entreter convidados, e juntar-mos "abrir as" acho que se fez o chocapic. Não, não vamos abrir os convidados, abrir é o peru na ceia de natal, no fim do ano, nunca um convidado, a não ser que o convidado seja da família dos galinhacios, mas não irei entrar por ai.

Portanto entreter, encher chouriços enquanto tentamos que os convidados não se apercebam que no fundo não estamos a dizer nada. Perfeito só pode ser esta a verdadeira origem desta palavra. Mas então ela devia ser "abrir as host". Como bom português, e como não queremos aqui inglesadas, juntou ao host, o E e o S. Um bom host tem que ter sempre um bom E e S!
Dai que voltando as perversidades, abrir as hostes não é mais que ir para a cama com uma gaja boa cuja característica predominante é o facto de ter um rabo jeitoso.